terça-feira, 19 de maio de 2009

1984 em 2009

Numa altura em que Portugal se prepara para adaptar à normativa interna a directiva europeia 2006/24 do Parlamento Europeu sobre a manutenção de dados de telefonemas, mails, sms como "modo de combate ao crime organizado", não deixa de soar a alarme todo o know-how que o nosso (des)governo revela no modo como lida com bases de dados...

Olhemos então para esta legislação como aquilo que é, ou seja, como mais uma medida para combater o desemprego: depois dos "senhores das escutas", dos "meninos de recados" entre PR e OM, agora os analistas de informação sensível acerca de cidadãos politicamente sensíveis...

Como o resumia tão bem o meu amigo Manuel: 1984 em nossa casa...

3 comentários:

  1. Por essas e por outras sempre preferi O Triunfo dos Porcos (ou Animal Farm, para os politicamente mais sensíveis...)

    ResponderEliminar
  2. Carlos,

    olha que o título do post também poderia ser o da obra que referes... (sem ofensa para ninguém, claro)

    ResponderEliminar
  3. Superliga "incompetete-mor: Maria Lurdes no 4º lugar

    "Não conheço o suficiente do caso, mas o que me parece é que é um caso extraordinário"Não conhece o suficiente?! Basta ver as notícias. Todos os portugueses conhecem o caso muito bem. Sra. Ministra, caso queira passar a conhecer o caso melhor, veja aqui.

    "Também temos de ser capazes de olhar para esta exposição com reserva, procurando relativizar as coisas"Relativizar as coisas?! A Sra. Ministra quer que se deixe passar um caso em que uma professora agride, ameaça, e insulta alunos e pais? Uma professora arrogante, prepotente, mal educada, sem civismo nem sentido de responsabilidade.

    "Sinto que tenho responsabilidades, deveres e que me respeita, me interpela e que tenho alguma coisa a fazer para além da rotina de trabalho prevista"Se tivesse a consciência do que é responsabilidade política, já se tinha demitido do governo. Não só por este caso, mas também depois de tudo o que aconteceu nos últimos anos.

    Mais 3 pontos para a Ministra na Superliga Incompetente-Mor

    ResponderEliminar